Coletes balísticos e carros blindados para juízes ameaçados

SÃO PAULO – O presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), desembargador Miguel Kfouri Neto, anunciou nesta sexta-feira que serão investidos cerca de R$ 300 mil na compra de automóveis blindados e de coletes à prova de balas para uso de juízes e desembargadores ameaçados por criminosos no Paraná. As iniciativas em estudo para garantir a segurança dos magistrados ainda incluem a criação do Batalhão Judiciário e o monitoramento à distância dos Fóruns.

– O fundamental é que o juiz saiba que estão sendo tomadas medidas de segurança e que o Tribunal se preocupa com ele. Temos que prover segurança às autoridades encarregadas de aplicar a lei – afirma.

Nesta semana o presidente conversou com o governador Beto Richa sobre a criação do Batalhão Judiciário.

– A criação desse Batalhão, com 550 policiais, seria a solução definitiva para garantir a segurança nos Fóruns. Conversei com o governador, que se mostrou receptivo a incluir a iniciativa no programa Paraná Seguro – diz Kfouri Neto. Segundo ele, chegou a haver no Paraná 30 casos de ameaças a juízes.

– Hoje temos seis casos, que estão sendo devidamente monitorados. Não há juiz no Paraná com escolta, pois nem um deles pediu – explicou o presidente.

O uso do registro de preços da Polícia Militar vai agilizar a compra de coletes à prova de balas, que deve ser feita neste mês de agosto. O registro de preços é uma modalidade de concorrência usada pela administração pública em que o fornecedor se compromete a entregar mercadorias a um preço pré-definido. Serão comprados 12 coletes – seis masculinos e seis femininos.

Na sexta-feira passada, a juíza Patrícia Lourival Acioli, 47 anos, da 4ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, foi assassinada em Niterói. Ele julgava várias ações envolvendo milícias no estado.

Fonte: Extra – Globo

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*