Blindado requer mais manutenção

O projeto original de um veículo leva em consideração diversos fatores, como aerodinâmica, peso e ponto de equilíbrio. Por isso, é preciso tomar cuidado na hora de blindá-lo. Por acrescentar peso, esse serviço pode afetar o ponto de equilíbrio, prejudicar a dirigibilidade e até colocar a vida dos ocupantes em risco.

Não basta contratar um serralheiro, um vidraceiro e um tapeceiro para abrir uma blindadora. É preciso conhecimento técnico. Isso leva tempo e tem custo, diz o presidente da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), Christian Conde.
A Abrablin não aconselha a blindagem para carros com motor de menos de 90 cv, como modelos com motor de 1 litro. ?Mesmo em veículos com potência superior, é preciso muita atenção e manutenção mais frequente. O desgaste de algumas peças de suspensão e freios pode ocorrer mais rapidamente?, alerta o presidente da Abrablin.

Assim como a blindagem, a manutenção desses carros exige conhecimento técnico e mão de obra especializada. A oficina deve ter o certificado do Exército que a autoriza a fazer os serviços de reparação em veículos blindados. Além disso, as peças não podem ser jogadas no lixo, pois assim não haverá risco de serem reaproveitadas?, explica Mário Lippi, consultor de
reparação de veículos blindados e diretor da T-Cinco Serviços Automotivos , oficina na zona sul que é especializada em consertar modelos com proteção extra.

Por causa da blindagem, o peso do carro aumenta em média 200 quilos (no caso dos sedãs médios) e algumas peças, principalmente do sistema de suspensão, devem ser reforçadas.

O ideal é que o carro seja revisado com certa frequência, de preferência a cada 10 mil km, para evitar desgaste prematuro dos componentes, diz Lippi. Na T-Cinco, a revisão de veículos blindados é gratuita. Não cobro nada para fazer um orçamento. Porém, as peças não são baratas. É até difícil afirmar quanto custará o conserto, afirma o consultor.

Um para-brisa, por exemplo, pode ter preço entre R$ 4.500 e R$ 6.500. O jogo de molas reforçadas sai por R$ 1.800, incluindo a instalação. ?A blindagem completa custa em torno de R$ 45 mil e demora 30 dias úteis para ser concluída?, explica Lippi.

DICAS BÁSICAS:

CONSERVAÇÃO – Não feche a porta do veículo com o vidro aberto. Como os vãos destinados os vidros são alargados, no momento em que se bate a porta pode haver uma torção na lâmina. Com isso, há tendência de ocorrer a formação de microtrincas;

O ar condicionado deve estar sempre em perfeito funcionamento para proporcionar o uso correto das janelas (fechadas);

Peça garantia do pleno funcionamento dos air bags;

Nunca utilize produtos químicos nem abrasivos para limpar os vidros.

Fonte: ZapCarros

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*