11 carros blindados pedidos pelo presidente do JT para segurança de juízes

O assassinato da juíza Patrícia Acioli, na madrugada da última sexta-feira (12), colocou em xeque o sistema de segurança disponibilizado aos juízes do Rio de Janeiro. Baseado em toda a repercussão do fato e nas cobranças recebidas, o presidente do Tribunal de Justiça do Rio, Manoel Alberto Rebêlo, solicitou o aluguel imediato de cinco carros blindados. Há cerca de um mês, ele já havia ordenado a compra de outros seis veículos semelhantes.

– Desde que eu assumi [há cerca de seis meses], não recebi pedidos por carro blindado, mas mandei comprar seis e agora ordenei que cinco fossem alugados. Vamos colocar à disposição.

Em um discurso extremamente confuso, o presidente do TJ chegou a afirmar que a Patrícia Acioli, que teria dispensado a segurança do tribunal em 2007, contava com uma escolta feita por policiais militares.

– Ela tinha escolta de policiais. Um amigo meu a encontrou uma vez em um shopping de Niterói. Quando ele se aproximou para beijá-la, logo juntaram dois homens, que eram seguranças.

Minutos depois, questionado novamente sobre os supostos seguranças da juíza, Rebêlo deu um passo atrás e disse nem saber quando o encontro teria ocorrido.

– Eu não posso afirmar nada. Não sei quando foi isso. Foi um encontro casual e ele não soube me dizer. Isso é normal. Esse tipo de coisa é fácil de esquecer, você perde a noção do tempo.

Três juízes em São Gonçalo

O presidente do TJ anunciou que a 4ª Vara Criminal de São Gonçalo deve passar a ser comanda por três juízes a partir de terça-feira (16). De acordo com o Rebêlo, os magistrados terão escolta policial, caso seja requisitado.

Segundo Rebêlo, serão definidos na noite desta segunda os nomes dos juízes que assumirão o lugar da magistrada Patrícia Acioli.

Além disso, o início da “força-tarefa”, que tem como principal objetivo tirar o foco dos juízes, depende da liberação do gabinete de Patrícia, que foi lacrado pelos investigadores da Policia Civil do Rio.

– É provável que comece amanhã Só dependemos da liberação do gabinete e também do cartório do fórum. Eu tenho dois nomes que se ofereceram para assumir a vara. Vamos definir os nomes e anunciar assim que for conveniente.

Os três juízes trabalharão juntos até quando a Justiça considerar necessário.

– Eles vão assumir os casos mais complicados, que estão há mais tempo para serem julgados e vão ficar até quando for preciso, pois hoje a carga de processos no fórum de São Gonçalo é muito grande. Os três juntos podem acelerar isso.

Fonte: Notícias R7

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*