Vidro Blindado

LEGISLAÇÃO

Em 1999, o Exército Brasileiro manifesta sua preocupação com o aumento da produção de veículos blindados e do número de empresas blindadoras, com uma nova redação do Regulamento Nº 105 (R-105), que inclui o veículo de passeio blindado como produto controlado e como conseqüência institui para empresas blindadoras de veículo a obrigatoriedade de obter junto ao Exército Brasileiro, o CR – Certificado de Registro e para os fabricantes de peças blindadas – vidros, mantas e aço – determina a obtenção do TR – Título de Registro. É o Decreto 2998, de 23 de março de 1999.

O veículo de passeio blindado passa a integrar a lista de produtos controlados junto com armas de fogo, acessórios explosivos – ex: pólvora, agentes químicos de guerra, entre outros bélicos.

Com base neste decreto as empresas atuantes no segmento de blindagem devem solicitar autorização para produzir, junto ao DLog/DFPC – Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados pelo Exército Brasileiro.Veja definição de blindagem pelo Exército no link: Blindagem) Em 2000 o Decreto Nº 3665, de 20 de novembro de 2000, é promulgado traçando diretrizes da fiscalização por intermédio de seus órgãos subordinados ou vinculados. Atribui, no seu Artigo 34, inciso 14 à Secretaria de Segurança Pública a execução da fiscalização, controle das suas transferências e registro do veículo blindado. É uma nova redação para o R-105 que revoga o decreto anterior

Em São Paulo, a Polícia Civil do Estado, publica a Portaria 003/2001 que resolve no Artigo 1º, a expedição de licença anual para fabricantes, montadoras, comerciantes e locadores de veículos de passeio blindados. E no Artigo 2º, determina que os proprietários de veículos blindados providenciem o registro, exigindo nove documentos, entre os quais, prova de ocupação licita remunerada e habitual.

Em Abril de 2001 o DLog – Portaria 008: regulamenta o serviço de blindagem em carros de passeio até o nível III. Sujeita as locadoras de veículos blindados ao Registro no Exército. As Regiões Militares passam a controlar o comércio de blindagens opacas e transparentes, por meio de Mapas de Estocagem Trimestrais. Determina que as empresas blindadoras de veículos de passeio passem a emitir um Termo de Responsabilidade, certificando que o veículo foi blindado com materiais adequados ao nível especificado de proteção, assumindo, assim, a responsabilidade pelo serviço.

PORTARIA 2002

Em Agosto de 2002, publicada no dia 22/08 pelo Diário Oficial da União, a Portaria 013 – DLog, de 19 de Agosto de 2002. A presente portaria aprova as normas reguladoras e os procedimentos para a Blindagem de Veículos e demais atividades relacionadas com veículos blindados – NORBLIND. A mais recente portaria aprovada – já em vigor – sobre o assunto e que revoga a Portaria 008-DLog, de 04 de abril de 2001. Assinada pelo General de Divisão Aurélio Cavalcanti da Silva, Chefe Interino do Departamento Logístico. Ao todo 21 Artigos e IX Anexos – traçam as novas Normas Reguladoras e Procedimentos para: blindagem, locação, comércio, importação, registro e transferência de propriedade de veículos blindados, além, dos procedimentos específicos para a avaliação de protótipos de blindagem.

1. Da Blindagem – níveis: é transcrita a tabela vigente no Art. 18 do Decreto 3.665/2000. É autorizada a blindagem até o nível III-A. O nível III somente com licença especial.

2. A blindadora deverá ser certificada no Exército – Certificado de Registro – CR é considerado documento obrigatório para Pessoas Jurídicas blindarem ou locarem veículos blindados.

3. Procedimentos para blindar um veículo. O que fazer: Inicialmente, a blindadora solicita autorização à DFPC para blindar aquele veículo, especificado. Deverá usar formulário próprio, abaixo.

3.1. Autorização

Preencher a solicitação de autorização (Anexo II). • O Anexo II deverá ser dirigido à Região Militar onde o requerente esteja registrado. Deverá anexar os documentos abaixo: 3.2. ou 3.3. O despacho de deferimento será feito no próprio impresso (requerimento). (Ver: endereços das RMs nos estados. Ver: anexos da Port.013) • Cabe a RM informar à empresa requerente. • Emitir documento (Declaração – anexo III, para fins de registro), ao órgão de trânsito estadual, informando tratar-se de veículo blindado autorizado pelo Exército.

3.2. As Pessoas Físicas deverão anexar a este: documento de identidade, CPF, comprovante de residência, Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo – CRLV, Certidão de antecedentes criminais da Justiça Federal, Estadual e Militar do domicílio nos últimos cinco (05) anos.

3.3. As Pessoas Jurídicas deverão anexar: os mesmos documentos mais o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídica – CNPJ. Cada um dos sócios administradores ou gerentes também deverão apresentar a Certidão de antecedentes criminais, da forma acima. Serão dispensadas de apresentar a documentação acima, as empresas que já possuírem CR.

3.4. O veículo blindado só poderá ser retirado da blindadora após ter sido registrado no órgão estadual de trânsito. (ver acima 3.1). Especial: A blindagem com nível de proteção III poderá ser excepcionalmente autorizada – preencher Anexo IV.

Etapas da Blindagem

Chegada do VeÍculo

Quando seu carro entra em nossa fábrica passa por uma verificação completa de suas condições. É importante ressaltar que todo o trabalho é executado de maneira cuidadosa e artesanal. Seu carro recebe todo o cuidado e atenção. Nesse momento é conferido o aspecto geral da lataria, acabamentos, pneus, rodas e funcionamento elétrico e mecânico. Um “check list” é então realizado para garantir que a desmontagem e a remontagem sejam perfeitas. O painel é a única parte de seu veículo que se mantém intacta.

Realização do Check- List

O veículo passa por uma pré-lavagem antes da verificação completa da lataria (riscos, amassados e possíveis retoques que já tenham sido feitos), do estado geral dos pneus e rodas, das condições da tapeçaria e do funcionamento de todos os componentes elétricos que controlam vidros, bancos, rádio, teto solar, lavadores de pára-brisa, etc.

Desmontagem

Após a análise do check list, o veículo é completamente desmontado. O painel é a única parte de seu carro que se mantém intacta. O profissional altamente qualificado responsável por este setor confere todos os itens assinalados no formulário de check list. As peças são retiradas uma a uma, embaladas e guardadas de maneira apropriada para garantir sua originalidade.

Modelagem e APLICAÇÃO DE AÇO

Na aplicação de aço seu carro recebe o kit de aço balístico que é então emborrachado e ajustado dentro dos mais rígidos padrões de excelência pelos nossos profissionais altamente qualificados. Nesse momento são feitas as colunas, as caixas de rodas, a caixa de estepe, o frame, a tampa traseira, etc.

As placas de aço são fixadas com parafusos e buchas especiais na carroceria do veiculo, nas colunas, nas laterais do teto, inclusive nas laterais do teto solar e os frames são soldados nos quadros das portas.

Todas as peças são montadas com sobreposição de modo a evitar brechas por onde algum projétil possa passar. A abertura das portas para o encaixe dos vidros blindados é então feita em conformidade com o nível de blindagem que foi solicitado para o seu carro. (ordem de blindagem).

Os pneus também são reforçados por cintas de aço colocadas dentro da roda. Atingido por uma bala, o pneu rodará por mais 10 quilômetros. Outra opção é a colocação de flats over, o que proporcionará uma rodagem de cerca de 40 a 50 quilômetros em condições semelhantes.

Colocação das Mantas de Aramida

Seu veículo está agora preparado para receber a modelagem com o kit das peças de mantas de aramida, o tecido em fibra têxtil vulcanizada, de alta resistência balística pela sua grande elasticidade e capacidade de alongamento, o qual impede a entrada dos projéteis no interior do seu carro. Essas peças são então modeladas uma a uma no habitáculo do veículo e são coladas no teto, portas dianteiras e traseiras, pedaleira, churrasqueiras, caixas de rodas, em alguns casos pára-lama, capô, cortina do teto solar, proteção de vidro solar, porta malas e assoalho conforme a solicitação do pedido. Seu carro está então pronto para a fase da montagem e do acabamento.

Montagem e Acabamento

Nessa parte do processo, após a instalação do aço e das mantas, o kit de vidros blindados é instalado no veículo de acordo com os procedimentos e normas similares as utilizadas pelas montadoras de veículos.

Esses vidros são mais espessos que os originais (21 mm para o nível III-A). Algumas partes do veiculo requerem adaptação do mecanismo elevador como parte da preparação para receber estes vidros. As portas dianteiras e traseiras são retrabalhadas para que o vidro possa ter um encaixe perfeito. No caso das portas dianteiras, os vidros têm acionamento semelhante ao original, enquanto que os traseiros são travados por medida de Segurança.

Inspeção Final

O próximo passo é a montagem interna, onde todas as peças que foram retiradas na desmontagem serão recolocadas com todo o cuidado e atenção para manter a originalidade do seu veículo.

Toda a parte elétrica é mais uma vez conferida e testada. Os forros de porta são retrabalhados conforme a espessura do vidro que será adaptado para poder ser fixado na porta.

Os acabamentos das colunas A, B e C também recebem pequenos ajustes para que sua fixação possa ser efetuada.

Os bancos são instalados e o funcionamento do cinto de segurança é conferido juntamente com outros mecanismos.

Após a montagem, o veiculo é entregue ao nosso inspetor de qualidade que fará todos os testes necessários para garantir a qualidade do serviço executado.

Todo o teste de rodagem é então novamente repetido, a fim de assegurar que não haja barulho (rangidos, vento, etc.). O teste de infiltração também é realizado para se detectar se há vazamentos internos.

Todo o acabamento interno é então conferido quanto a riscos cortes, sujeiras e há uma verificação final quanto à fixação de todos os itens.

Faz-se a última supervisão quanto à aparência e funcionamento dos vidros, assim como de toda a parte elétrica, som, lavador de pára-brisa, iluminação em geral, teto solar, travas, e demais partes do veículo.

Fonte: Portal São Francisco

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*