Veículo blindado requer comportamento diferenciado

Tentativa de assalto sofrida recentemente pelo vice-presidente Michel Temer mostra que alguns cuidados são essenciais para que a blindagem

garanta integralmente a proteção

No dia 1º de julho, o vice-presidente da República, Michel Temer, sofreu uma tentativa de assalto em uma movimentada avenida localizada na área nobre de São Paulo. O motorista que guiava seu carro não se intimidou com a arma mostrada pelo criminoso, confiando na blindagem do automóvel. Mas, uma falta de atenção quase transformou a tentativa em algo mais grave: a porta do veículo estava destrancada.

Seguranças de Temer, que estavam em um outro veículo, reagiram e espantaram o marginal, que portava uma arma de brinquedo. O fato revela uma falha de conduta muito comum a donos e usuário de veículos blindados.

O motorista também deve estar devidamente treinado para não se deixar levar pelo fator surpresa e nem ficar em choque em uma eventual abordagem. O tempo de reação deve ser o mais veloz possível. Desde a recuperação do susto, passando pela análise do cenário ao redor e da rota possível de fuga até a aceleração do carro em busca da evasão da zona de perigo. Garrubbo, porém, faz o alerta. “O sucesso da ação só será possível se o condutor confiar totalmente na blindagem de seu veículo. Daí a extrema importância de fazer o serviço com empresas idôneas, capacitadas tecnicamente e devidamente regularizadas no Exército, que é o órgão responsável pela fiscalização do segmento”, diz.

“No setor de blindagem, não é raro encontrarmos empresas oferecendo o serviço com preço muito abaixo do praticado no mercado. Desconfie dessas. Quem procura pelo serviço de blindagem quer proteção, acima de tudo. Justamente por tal interesse, não deve ter o fator preço como determinante na escolha da blindadora. Mais importante que economia é a qualidade do serviço e a certeza de estar efetivamente protegido”.

O especialista da Concept também orienta que interessados na blindagem automotiva procurem se cercar de informações antes de qualquer procedimento. Uma visita ao site da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin) – www.abrablin.com.br – pode ser de grande valia para tirar dúvidas sobre o assunto.

Setor em alta

Em 2010, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), a blindagem automotiva bateu recorde no país. Foram blindados 7.332 veículos no país, um aumento de 5,86% em relação a 2009. São Paulo é o líder no ranking dos estados com maior incidência de blindagem, com 66%.

Do universo de usuários desse tipo de proteção, a maioria é formada pelo sexo masculino (65%), dos quais a maior parcela, ou 22%, está na faixa etária entre 50 e 59 anos. Do total desse público (homens e mulheres), 85% são de empresários/executivos. Artistas/cantores formam 3%, assim como juízes, que também respondem por 3%, segundo o levantamento da entidade.

Fonte: Portal da Blindagem

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*