Uma das maiores demandas para blindagem está em Curitiba

A violência crescente nas grandes cidades eleva a preocupação com a segurança pessoal. A busca por proteção acelera o mercado de blindagem tanto de imóveis quanto de carros. E Curitiba já aparece como a cidade, fora do eixo São Paulo e Rio de Janeiro, que mais demanda pela blindagem arquitetônica e de automóveis.

Segundo os dados da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), o Paraná aparece como o terceiro estado a ter o maior número de carros blindados neste ano, com média de 25 automóveis por mês.

Como para ser blindado o carro precisa ser desmontado, o processo dura cerca de uma semana. Gaertner afirma que o custo da blindagem de um carro gira em torno de R$ 40 mil. Ele revela que o Brasil é o país onde mais de blinda carros em todo o mundo.

Nos últimos 3 anos, o número de empresas especializadas em blindagem arquitetônica no Brasil chegou a 150, o que representa cerca de 60% de crescimento, segundo a Abrablin.

Com relação a custos, eles dependem do tipo de blindagem pretendida. Para uma residência em via pública, vale apostar em um sistema completo com câmeras, alarme e ambientes protegidos (blindados), cujo investimento é a partir de R$ 15 mil.
O produto blindado mais solicitado é a porta blindada, seja em apartamento, casa ou escritório. Na maioria dos projetos de segurança inclui-se a porta blindada, que demora cerca de 30 dias para ser fabricada. O custo da blindagem de uma porta gira em torno de R$ 4 mil.

O presidente do Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado do Paraná (Sindesp-PR), Maurício Smaniotto, afirma que o setor cresce 10% ao ano, puxado pelo aumento da criminalidade em Curitiba. “A proximidade com São Paulo tem contribuído para esse aumento”, conta. Smaniotto cita como exemplo, a crescente demanda de pequenos comércios por sistemas de circuitos fechados de TV, que teve uma redução de 50% nos preços nos últimos dois anos. “A tecnologia tende a ficar mais barata e hoje com R$ 3 mil é possível ter um sistema em casa”, diz.

Fonte: Bem Parana

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*