Resolvido caso dos blindados

O governo civil chegou a acordo com a empresa responsável pela entrega dos blindados, aquando da Cimeira da Nato, e o caso já não vai a tribunal. A segunda viatura terá um “desconto” de cerca de cinco mil euros pelo atraso registado na entrega.

O caso remonta à Cimeira da Nato, que decorreu em Lisboa, no ano passado, quando o Governo Civil do distrito encomendou dois Veículos Tácticos de Transporte com blindagem para a Polícia de Segurança Pública, à Empresa Milícia.

O caso esteve para ir parar a tribunal mas “as partes acordaram no pagamento imediato das duas viaturas entregues nas instalações da Unidade Especial de Polícia da PSP, em Belas, com a aplicação de uma penalidade de 5 mil 38 euros euros sobre o valor da segunda viatura, pelos três dias de atraso registados”, avança o Governo Civil de Lisboa em comunicado.

O comunicado adianta, ainda, que o “valor global pago pelas duas viaturas será de 330 mil 861 euros”, ainda sem o IVA de 23 por cento incluido. O valor a pagar com este imposto será então de mais de 406 mil euros, valor integralmente suportado pelo orçamento do Governo Civil de Lisboa.

O comunicado explica, por fim, que a “execução do contrato determinou a renúncia a todas as acções até agora desenvolvidas no plano judicial”.

Fonte: TV Net

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*