Procura por blindagem cresce 5,86 % no País


Carsale – Em todo o País, 7.332 veículos foram blindados no ano passado, volume 5,86% maior que em 2009, quando 6.926 carros receberam a proteção. Os dados são da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), que em um trabalho de pesquisa constatou que a sensação de insegurança, juntamente com o aumento da criminalidade, foram os fatores motivadores para o aumento do número de blindagens em 2010. “O levantamento mostra também que esse tipo de proteção vem se descentralizando do eixo Rio-São Paulo, conseqüência do aumento da violência em outras capitais do Brasil. Tal fato, somado à melhora na economia, resultou no número recorde de blindagens”, explica Christian Conde, presidente da Abrablin.

Os resultados da pesquisa apontam que São Paulo continua na liderança entre os estados com maior número de carros com blindagem, respondendo por 60% do total, seguido por Rio de Janeiro, com participação de 20%. Pernambuco e Paraná ficaram com 3% e 2% de participação, nessa ordem. Juntos, os Estados da Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará e Rio Grande do Sul responderam por 9%.

Outro dado obtido pelo levantamento é que 65% do público usuário de blindagem é formado por pessoas do sexo masculino. Deste total, 22% estão na faixa etária que vai de 50 a 59 anos. Já as mulheres respondem por 35% dos veículos blindados, sendo que 30% do total se enquadram na faixa etária de 40 a 49 anos. Levando-se em consideração todo o público, 85% dos usuários são empresários ou executivos, 3% artistas ou cantores, outros 3% juízes, 2% políticos e 7% completam o perfil.

Segundo a pesquisa da Abrablin, em 2010, o carro mais blindados no País foi o Toyota Corolla, que ocupa o posto de campeão desde 2004. Também figuram entre os mais utilizados para blindagem os utilitários Hyundai Santa Fé e o Land Rover Freelander e a picape Toyota Hillux SW4. A pesquisa contou com a participação de 31 blindadoras associadas à instituição – juntas as empresas representam 75% da produção total de veículos blindados no País.

Como e quanto?

De acordo com a Abrablin, a blindagem mais procurada no mercado é conhecida pela identificação nível III-A. A proteção suporta tiros de pistolas calibre nove milímetros e revólveres 44 Magnum. A associação informa ainda que, em 2010, o custo médio para se blindar um veículo foi de R$ 47.900. Ainda segundo a Abrablin, o valor da blindagem pode variar de acordo com o nível adquirido, a área a ser blindada, o tipo de material, entre outros fatores.

Fonte: Carsale

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*