Pai aposentado da Polícia entrega filho por roubar carro em Minas Gerais

A Polícia Civil mineira apresentou nesta terça-feira (8), em Belo Horizonte, dois homens suspeitos de pertencerem a uma quadrilha especializada em roubo de carros.

As investigações sobre a ação do grupo começaram há dois meses, quando o pai de um dos presos, um policial civil aposentado, denunciou o próprio filho à polícia.

O homem teria desconfiado da participação dele em um roubo de carro ocorrido na região do Barreiro, na capital mineira, em agosto deste ano, e procurou uma delegacia.

“Ele (pai) informou à polícia que havia um tempo que o filho estava andando com outros jovens considerados por ele como más companhias. Ele afirmou que tentou alertar o filho, mas não conseguiu convencê-lo. Sendo assim, ele disse que só restou denunciar o filho”, afirmou o delegado Rodrigo Batista Damiano, da 3ª Delegacia de Polícia Civil do Barreiro.

A dupla foi detida nesta manhã, quando policiais cumpriam quatro mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão. O delegado informou que, na data do roubo do veículo, os acusados usaram uma réplica de revólver para render o condutor. A cópia da arma teria sido repassada a eles por um homem, que não foi localizado durante as buscas.

De acordo com a polícia, foram encontrados nas residências dos acusados um maçarico e peças de motocicleta. O terceiro suspeito de integrar a quadrilha não foi localizado.

O delegado salientou que vai investigar a participação deles em tráfico de drogas, já que foram localizados nos imóveis porções de maconha, balança de precisão, e plásticos para embalar entorpecentes. Menores de idade também são suspeitos de pertencer ao grupo.

Os dois presos foram levados para o Ceresp (Centro de Remanejamento de Presos) São Cristóvão, localizado na capital mineira. Eles negam terem praticado o crime.

Fonte: Correio do Povo

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*