Mais roubos de veículos e menos homicídios registrados em SP

O número de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) continua em queda no Estado de São Paulo, mas o total de veículos roubados aumentou. As informações fazem parte das estatísticas mensais da criminalidade, divulgadas hoje pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).
Duas mil pessoas foram assassinadas no primeiro semestre deste ano, 12,2% a menos em comparação ao registrado no mesmo período do ano passado, o que representa redução de 278 casos. Com isso, a taxa chegou a 9,6 casos por grupo de 100 mil habitantes, inferior ao nível considerado epidêmico pela Organização Mundial de Saúde (OMS). No mesmo período, os furtos de veículos aumentaram em 7,77%, enquanto os roubos de carros cresceram 9,77%. Aumentou também o número de latrocínios (roubo seguido de morte), com 27 casos a mais.
Pela manhã, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) comemorou a queda nos homicídios. “É o menor índice dessa série histórica”, afirmou durante visita ao 31.º Distrito Policial (Vila Carrão), na zona leste da capital paulista. “Esse índice vem caindo há dez anos graças a uma política pública bem executada”, observou o secretário de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto.
Sobre o crescimento dos casos de latrocínio, o secretário afirmou: “Houve um aumento que nos preocupa e estamos estudando, colocando policiamento onde há maior incidência desse crime.” Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), este tipo de crime está recebendo atenção especial das polícias paulistas.
As tentativas de homicídios, os roubos em geral e as extorsões mediante sequestro também foram crimes que registraram queda no número de casos no Estado. Os flagrantes de tráfico de drogas tiveram aumento, assim como o número de prisões, que subiu 11,38% no semestre.

Fonte: Globo – G1

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*