Em São Luís presos dois suspeitos de roubar carros

Pelo menos dez motos e três carros são roubados por semana na capital.
Segundo a Polícia, índice de roubo de motos aumentou em 50%.

A Polícia prendeu hoje (9), dois suspeitos de roubar veículos em São Luís. Eles roubaram um táxi ontem à noite e acabaram presos quando tentavam vender o carro, hoje pela manhã. O veículo já foi recuperado e devolvido ao dono.

O taxista, que preferiu não se identificar, contou como os criminosos agiram. Segundo ele, os suspeitos se passaram por passageiros e pediram para parar em lugar sem movimentação, onde surpreenderam o motorista.

“Na hora de me pagar, um deles puxou o dinheiro, mas disse para o outro que não ia pagar só. Foi o momento em que eu olhei pra trás e ele mandou eu virar a vista para frente. Com o revólver apontado para mim, ele disse que era um assalto, sorrindo”, contou a vítima.

Um dos suspeitos ainda disse que o dono do veículo deveria ser grato porque nenhum ladrão o deixaria vivo. Os dois, de 24 e 25 anos, já possuem várias passagens pela polícia. A suspeita é de que eles estejam envolvidos em outros assaltos do mesmo tipo.

Índices
O número de motos tomadas de assalto cresceu 50% este ano em comparação ao mesmo período de 2011. Pelo menos dez motos e três carros são roubados por semana em São Luís, segundo a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos.

A maioria dos carros é recuperada, mas no caso das motocicletas, são poucas as que retornam para os donos. A Polícia diz que muitos veículos roubados são usados para a prática de outros assaltos ou vendidos para oficinas de desmanche. Ainda, segundo a Polícia, os bandidos abordam o veículo da Chevrolet Corsa Classic, que tem aceitação pelos receptadores.

O destino da maioria dos carros roubados é o interior do estado, onde são vendidos em média por quatro mil reais. “A revenda é muito fácil, o pessoal do interior não se atém aos documentos necessários para transferência e, com certeza, essas motos são utilizadas em regiões onde o policiamento é bem menor do que na capital”, lamentou o delegado, Paulo Hertel.

Fonte: G1

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*