Em Campinas tentativa de assalto a carro-forte deixa três feridos

Um funcionário da empresa de segurança foi feito refém com uma bomba amarrada à perna. Gate montou operação em rodovia para desarmar artefato

Uma tentativa de assalto a carro-forte deixou três feridos e um caminhão incendiado na manhã desta sexta-feira. O crime aconteceu em uma alça de acesso da Rodovia Anhanguera pelo Anel Viário Prefeito Magalhães Teixeira, em Campinas, interior de São Paulo.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), um dos funcionários da empresa de segurança Transbank – que foi feito refém pelos bandidos – chegou a ser mantido com um explosivo amarrado à perna. Policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) isolaram a área para desarmar o artefato que, segundo a Polícia Militar, era falso. O vigilante foi liberado e encaminhado para um pronto socorro da região.

Segundo a PRE, os bandidos invadiram a residência do vigilante na noite desta quinta-feira e renderam sua família para que ele facilitasse o assalto no dia seguinte. O funcionário teria ido trabalhar na manhã desta sexta-feira com o suposto explosivo amarrado ao corpo e, sem avisar os colegas sobre o artefato, partiu para o transporte da carga.

Por volta das 8h30, seis bandidos usaram dois caminhões para fechar o carro-forte, incendiando um deles. Ainda de acordo com a PRE, os criminosos fugiram do local depois da chegada de uma viatura da PM e ninguém foi preso.

Os vigilantes tentaram reagir à ação dos criminosos e houve troca de tiros. Três funcionários ficaram levemente feridos com estilhaços de bala. Eles foram encaminhados para hospitais da região e passam bem. Segundo a polícia, a família do vigilante que foi feita refém também já foi liberada. A pista continua interditada para a realização de perícia.

Fonte: Veja

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*