Aumento de blindagem de residências causado por balas perdidas

RIO – A chuva de balas perdidas que desaba sobre o Rio dói no bolso do carioca que descobriu a blindagem como forma de proteção. Circular com veículos à prova de balas já não é exclusivo da classe alta. A concorrência fez baixar os preços e a classe média já recorre ao serviço. Mas como ficar dentro de casa não quer dizer estar a salvo, uma vez que as balas perdidas atravessam janelas, o medo de ser a próxima vítima vem fazendo com que moradores de ruas próximas a áreas de conflito comecem a blindar janelas e portas de casas e apartamentos. A procura por esse tipo de serviço aumentou, segundo empresas que atuam no Rio, 60% nos últimos dois anos.

O analista de sistemas Felipe Mattos, morador de Santa Teresa e com vista para mais de uma favela da janela de casa, se prepara para uma despesa elevada. Há duas semanas, o prédio onde ele mora foi atingido por cinco balas de fuzil durante um tiroteio. Duas atingiram o apartamento onde Felipe mora com a mulher e o filho, de 7 anos. As outras três, o terraço e outro apartamento. Agora, a família quer blindar duas janelas e três portas. O custo do serviço ficará em cerca de R$ 20 mil.

Com proteção para tiros de armamento pesado, como fuzis, as janelas blindadas custam cerca de R$ 2.700 o metro quadrado (incluindo a moldura em aço balístico). A blindagem para armamento leve, como pistolas e revólveres, sai em torno de R$ 2 mil, o metro quadrado.

Fonte: Globo.com

Publicado na categoria: noticias | Com a tag , , , , , | Faça seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*